fbpx
+1 (323) 282-7770 frontdesk@gondim-law.com

QUAIS OS MELHORES VISTOS PARA ENGENHEIROS NOS EUA?

Mercado de trabalho precisará de 6 milhões de Engenheiros até 2026.

De acordo com o Departamento americano de Estatísticas de Trabalho (Bureau of Labor and Statistics), até 2026 haverá um déficit de seis milhões de engenheiros nos Estados Unidos. Um cenário que preocupa principalmente as grandes empresas automotivas, petroquímicas, de tecnologia e construção civil no país.

“A carência de engenheiros nos EUA não é novidade, mas intensificou-se nos últimos 10 anos, período em que, com uma economia superaquecida e com o desenvolvimento de novas tecnologias, o mercado de trabalho gerou mais vagas de empregos do que pessoas capacitadas ou até mesmo interessadas em as exercer. Este curioso cenário também acontece em diversas outras indústrias vitais do país, como saúde, aviação, educação, TI, logística etc.” – explicou Marcelo Gondim, advogado de imigração em Los Angeles.

Diversos fatores ajudam a explicar a carência de engenheiros nos EUA. Em primeiro lugar, os altos custos envolvidos para se formar na profissão. Uma faculdade completa de engenharia, pode custar de 30 a 80 mil dólares por ano, dependendo do estado americano em que a pessoa estudar.

Para se ter uma ideia do desinteresse das gerações mais novas em estudar engenharia nos EUA, de acordo com o ASEE – American Society for Engineering Education, durante a primeira década dos anos 2000, a média anual de formandos em Engenharia no país era de 120 mil pessoas. Já ao fim da segunda década deste século, este número caiu para menos de 80 mil novos engenheiros.

Além disso, muitos engenheiros americanos foram seduzidos em anos recentes por irrecusáveis propostas financeiras vindas do mundo árabe, em especial dos Emirados Árabes, Catar e Arábia Saudita. Naquela região, além de altos salários, estes engenheiros também são isentos de diversos impostos federais.

OPORTUNIDADES PARA ENGENHEIROS ESTRANGEIROS

Incapazes de produzir internamente uma quantidade suficiente de engenheiros para atender a cada vez mais exigente demanda do país, os Estados Unidos vem apostando no talento de engenheiros estrangeiros que possuem experiência, carreiras bem-sucedidas e formação acadêmica superior, e para convencer que estes profissionais troquem seus países pelos EUA, o governo criou categorias de Green Cards que permitem que estas pessoas e seus familiares diretos possam residir e trabalhar permanente na América.

“Desde a origem da sociedade americana, a presença de engenheiros imigrantes tem sido fundamental para o desenvolvimento dos Estados Unidos, mas é inegável que neste milênio a necessidade por estes profissionais estrangeiros vem sendo ainda mais vital para manter os Estados Unidos como a maior superpotência em engenharia no mundo” – observou Gondim, que há mais de 20 anos trabalha com direito imigratório nos EUA.

De fato, de acordo com dados do Instituto de pesquisa “American Immigration Council”, aproximadamente 25% dos engenheiros atualmente empregados nos EUA são estrangeiros, sendo a grande maioria oriundos da Índia e do Japão. Mas a presença de engenheiros brasileiros nos EUA também é bastante significativa, já que o Brasil possui tradição na formação de profissionais desta área.

É importante observar que a carência em engenharia se estende para todas as suas subdivisões, incluindo Engenharia Civil, Automotiva, Elétrica, Eletrônica, Telecomunicações, Engenharia de Produção e, sobretudo, Engenharia de Óleo e Gás. Em regiões como o Texas, que concentram as principais empresas e indústria petroquímicas dos Estados Unidos, os rendimentos médios para engenheiros desta área é de 90 mil a 190 mil dólares anuais, dependendo do cargo e especialidade do profissional.

CATEGORIAS DE VISTOS E LICENÇAS

Existem diversas categorias de vistos americanos que permitem a um profissional estrangeiro trabalhar nos Estados Unidos, seja apenas como contratado para um projeto temporário (2 a 3 anos, podendo ser renovado) ou de processos imigratórios mais complexos, que podem exigir uma oferta de trabalho em tempo integral de uma empresa localizada no país. Porém, em alguns casos, é possível solicitar um green card sem sequer ter uma oferta de emprego, com o engenheiro qualificando-se através de seu histórico profissional e acadêmico e apresentando planos de negócios que gerem empregos e que coloquem sua experiência profissional em prol dos Estados Unidos.

Os processos imigratórios mais buscados por engenheiros são o EB-2 NIW (Green Card com base em carreira) e o EB-3 (Green Card por oferta de trabalho). Cada vez mais populares no Brasil, estas duas categorias vêm sendo fundamentais no aumento sem precedentes da comunidade brasileira na América, que em 2023 já conta com 1.9 milhão de imigrantes. Nos últimos dez anos, mais de 140 mil green cards foram emitidos para cidadãos brasileiros, dos quais muitos se enquadram nestas categorias de imigrantes qualificados, inclusive milhares de engenheiros que decidiram começar uma nova vida com suas famílias nos Estados Unidos.

Sobre estes Green Cards, Gondim, que possui centenas de clientes brasileiros, entre eles muitos engenheiros, faz um alerta: “Para dar entrada em processos imigratórios com base em carreira, emprego ou capacidade de investimento de um engenheiro, é fundamental buscar o auxílio jurídico de advogados que conheçam as complexas leis de imigração dos EUA. Outra dica é se planejar com bastante antecedência, pesquisar em quais estados estão as melhores oportunidades para engenheiros e quais empresas estão contratando.”

Uma vez resolvida a questão imigratória, o próximo passo é buscar informações sobre reconhecimento de diploma e obtenção de licença para exercer Engenharia nos EUA. Os requisitos de validação de diploma variam de acordo com o estado dos EUA, mas quase sempre, o profissional precisará comprovar que possui o conhecimento e capacidade exigida para a função. Dependendo da área de engenharia em que atua, o profissional também poderá ser requisitado a completar exames adicionais ou provas de certificação. Existem diversas instituições de ensino nos EUA que podem auxiliar um engenheiro estrangeiro com seu processo de equivalência ou revalidação de diploma.

PRÉ-AVALIAÇÃO GRATUITA PARA GREEN CARD OU VISTO

Preencha nosso formulário para receber uma pré-avaliação de suas possibilidades de Green Card, visto ou demais serviços e processos oferecidos pelos advogados de imigração licenciados da Gondim Law nos EUA

;